O congelamento de óvulos é uma possibilidade que nem passa pela mente de muitas mulheres na casa dos 20, 30 anos.

Um dos motivos para isso é que sabemos que a medicina de hoje nos permite deixar a maternidade para mais tarde.

 Entretanto, acabamos ignorando que dependemos de diversos fatores que possibilitem uma gravidez, como ter gametas saudáveis.

 Por isso, a criopreservação é uma técnica que pode favorecer as mulheres jovens que desejam postergar o tempo de ser mãe. Isto é, uma moça em boa saúde possivelmente conta com óvulos em plenas condições para uma gestação futura.

 Por que fazer o congelamento de óvulos jovens

 Vamos fazer uma analogia simples, mas que se encaixa no caso da criopreservação. Já que estamos falando de organismos vivos, faremos uma comparação com as frutas, como o morango.

Podemos congelá-lo para consumirmos depois e em ótimas condições, certo?

 Por questões de preservação do alimento, o mais indicado é que selecionemos os melhores e mais saudáveis e o coloquemos no congelador o quanto antes, preferencialmente logo após a colheita.

Ou seja, é uma fruta jovem e madura que será preservada para a posteridade.

 Benefício da boa saúde

 Apesar de ser infinitamente mais complexo que um morango, o organismo humano tem suas semelhanças com a fruta nesse exemplo do congelamento.

Ou seja, mulheres que contam com a criopreservação o quanto antes, guardam gametas saudáveis para o futuro.

 Em outras palavras, o que queremos ressaltar é que devemos dedicar o mínimo de planejamento para os anos que virão, pois os óvulos são impactados pelo envelhecimento da mulher.

 Planejamento para além das doenças graves

 O congelamento de óvulos costuma ser muito associado a casos de doenças, como o câncer. A paciente pode contar com a técnica para, então, tentar uma gravidez após o tratamento da doença.

 Geralmente, quando recebe o diagnóstico de um tumor maligno, a mulher é apresentada à opção do congelamento de gametas.  Mas são tantas as questões emocionais envolvidas nesse momento que nem sempre ela recorre à técnica.

 Investimento na carreira e em outras áreas da vida

 Existem vários motivos para uma mulher jovem optar pelo congelamento de óvulos, sendo que a saúde é o principal deles, como já falamos.

Mas há, também, outras questões que são fundamentais para elas hoje: liberdade e autonomia. A criopreservação de gametas saudáveis permite a busca por esses dois desejos.

Sabendo que tem óvulos jovens para planejar a maternidade no futuro, a mulher é capaz de investir e focar em diferentes áreas da vida.

 Cada uma tem suas próprias prioridades, claro.  Algumas sonham com uma família completa logo cedo. Já outras desejam conquistas profissionais ou viajar o mundo, por exemplo.

 Todo sonho é legítimo. É apenas importante se planejar para os desejos futuros, também. A medicina permite essa autonomia feminina por meio do congelamento de óvulos. 

 E, para saber como é a utilização de um óvulo congelado, sugiro outro artigo aqui do blog: Como funciona a fertilização in vitro 

 Mas atenção: o congelamento de óvulos é uma opção para quem pretende adiar a gravidez. Contudo,  ão oferece uma garantia total de que a gravidez será atingida com estes óvulos congelados.

 Qual é a sua dúvida sobre criopreservação? Comente abaixo ou escreva neste formulário.