O sonho de ficar grávida nem sempre se concretiza com alguns meses de tentativas. Algumas mulheres ficam sem entender os motivos que impedem uma gravidez, até descobrir questões de saúde, como cistos ovarianos. E, assim, muitas se perguntam “tenho ovário policístico: posso engravidar”?

A dúvida é legítima, pois um dos principais indicativos da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) são os ciclos irregulares que, por sua vez, estão associados a alterações na ovulação.

O que é mesmo a SOP?

A Síndrome dos Ovários Policísticos se caracteriza por alterações endócrinas ou, em outras palavras, hormonais. Cerca de 30% das mulheres em idade reprodutiva, que  não conseguem engravidar, podem ter como causa  o ovário policístico.

Podemos dizer que as anormalidades da SOP são causa e consequência dela mesma, incluindo:

  • Ausência da menstruação (amenorreia);
  • Ciclos menstruais prolongados (oligomenorreia);
  • Ausência da ovulação (anovulação);
  • Alterações endócrinas, que refletem no corpo de diversas formas (excesso de acne, pelos, queda capilar, entre outras).

E, assim, esse fatores levam à formação de cistos ovarianos, fazendo com que seus efeitos tenham impacto na fertilidade da mulher.

Se tenho ovário policístico, posso engravidar?

Se você tem ovário policístico, poderá engravidar dependendo das condições particulares de seu caso. Esse é um ponto que precisamos esclarecer de uma vez, isto é, cada corpo é único e tem reações muito individuais.

Para gerar um bebê, é preciso haver o encontro de óvulo com o espermatozoide, certo? Mas a tentante com SOP pode apresentar ciclos sem ovulação, o que interfere consideravelmente nas chances de ficar grávida.

Mas o que pode ser feito?

Para a mulher que tem ovário policístico e planeja engravidar, o primeiro passo é procurar atendimento médico especializado, ou seja, de um profissional da área de reprodução humana.

Dessa forma, por meio de exames clínicos, bem como de imagens, será possível diagnosticar a SOP corretamente e, então, direcionar a paciente para um tratamento adequado para o caso.

Formas de tratamento para ovário policístico

Para você que continua se perguntando “tenho ovário policístico, então, posso engravidar?”, o tratamento deverá ser conduzido com o objetivo de buscar alcançar o seu desejo. Em outras palavras, é preciso ir além do processo de regularizar o ciclo menstrual da mulher.

Por isso, os indutores de ovulação são medicamento indicados sob medida para as tentantes com SOP. Esse tratamento é acompanhado por meio de um rastreamento da ovulação, feito com o suporte da ultrassonografia.

Outras questões importantes sobre a SOP

É importante ressaltar que as alterações endócrinas da SOP têm um impacto considerável no organismo, podendo influenciar também nas alterações de peso corporal. Sabemos que isso, especialmente se for em excesso, é um fator de infertilidade.

Isso significa que, em caso de obesidade, a paciente deve também ter um acompanhamento especializado para a controlar o peso. Mudanças de hábitos, que incluem prática de exercícios físicos e alimentação equilibrada, são de suma importância se você sabe que tem ovário policístico e está em dúvida se pode engravidar.

Portanto, se você é tentante e está há mais de 12 meses sem conseguir ficar grávida, deve procurar orientação médica e, assim, encontrar possíveis caminhos para concretizar seu sonho.

Caso tenha ciclos muito irregulares e um diagnóstico já firmado de anovulação, não precisa necessariamente de aguardar um ano para procurar um especialista. Neste caso, pode procurar mais cedo.

Entre em contato aqui para saber mais.